Escolha uma Página

Especialidades

Dr. Lucas Barbieri

CIRURGIA CARDÍACA PEDIÁTRICA
A cirurgia cardíaca na infância é uma alteração na estrutura do coração, presente antes mesmo do nascimento. É um termo genérico utilizado para descrever alterações do coração e dos grandes vasos, presentes ao nascimento. Essas alterações ocorrem enquanto o feto está se desenvolvendo no útero.

Normalmente é um procedimento muito delicado e a sua complexidade variada. Assim, é sempre aconselhável conversar com o pediatra ou cardiologista.

Após a cirurgia, sua recuperação hospitalar pode ser variada, conforme sua alteração cardiovascular, podendo ficar de alguns dias a meses internada.

CIRURGIA CARDÍACA ADULTO
Esta especialidade dedica-se ao diagnóstico e tratamento cirúrgico das doenças, lesões ou deformidades do coração e seus vasos, como: angina precordial, infarto do miocárdio, aneurisma de aorta, miocardiopatias, doença das valvas cardíacas, insuficiência cardíaca, aneurisma da aorta, doença coronária e as cardiopatias congênitas não tratadas na infância.

Os pacientes tratados são beneficiados com alivio dos sintomas, prevenção de complicações e/ou redução de mortalidade.

TRANSPLANTE DE CORAÇÃO
O transplante de coração consiste na substituição do coração por outro, vindo de um indivíduo que esteja com morte cerebral e, que seja compatível com o do paciente que tem um problema cardíaco potencialmente fatal.

Desta forma, a cirurgia só é feita em casos de doenças cardíacas graves e, que ponham em risco a vida do paciente.

O transplante pode ser realizado em indivíduos de todas as idades, desde recém-nascidos a idosos, contudo, a indicação para o transplante cardíaco precisa de uma avaliação minuciosa e irá depender do estado dos outros órgãos (cérebro, fígado e rins) pois se eles estiverem gravemente comprometidos, o indivíduo poderá não se beneficiar do transplante.

ASSISTÊNCIA MECÂNICA ARTIFICIAL

Os dispositivos de assistência circulatória mecânica tornaram-se, ao longo dos últimos anos, peças essenciais no tratamento do choque cardiogênico e na manutenção do suporte circulatório de pacientes com insuficiência cardíaca terminal.

As indicações subdividem-se de acordo com a sua finalidade – suporte circulatória de maneira transitória de resgate (curta duração) ou de longa duração (podendo ser implantáveis).

O emprego destes dispositivos tem sido amplamente indicado no tratamento de suporte para a recuperação do coração no infarto agudo do miocárdio e no pós-operatório de cirurgia cardíaca, permitindo a recuperação ventricular durante o repouso obtido pelo suporte circulatório mecânico.

E também utilizado como ponte para a posterior realização do transplante cardíaco.

CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA
Nos últimos anos, as tecnologias e tratamentos na área da medicina estão evoluindo rapidamente. Procedimentos mais seguros, técnicas precisas e alternativas mais eficazes surgem com o propósito de assegurar mais qualidade de vida aos pacientes.

A cirurgia minimamente invasiva é um método que oferece a máxima preservação da anatomia, com menores cicatrizes. Esta técnica quando utilizada em cirurgia cardíaca traz benefícios ao paciente.

A técnica de cirurgia, oferece menos dor, sangramento, menor tempo de internação e risco de infecções, além de proporcionar uma recuperação mais rápida.

PROCEDIMENTOS ENDOVASCULARES
São procedimentos percutâneos que muitas vezes permitem evitar cirurgias complexas e possibilitam uma rápida recuperação, alta hospitalar precoce, com eficácia e segurança.

Uma das principais atividades do setor de procedimentos endovasculares é o atendimento de emergências, pois dispõe de equipes 24 horas por dia. O exemplo desse trabalho é o atendimento dos pacientes com dissecções e aneurismas da aorta e seus ramos, oclusão arterial aguda (infarto agudo do miocárdio ou isquemia arterial periférica).

Por meio da chamada angioplastia primária é possível desobstruir rapidamente a artéria e interromper o infarto, reduzindo de forma significativa as complicações e mortalidades por essa doença.

TRATAMENTOS CIRÚRGICOS DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
A insuficiência cardíaca não significa que o coração parou de funcionar mas sim que a sua capacidade de bombear sangue encontra-se diminuída, o coração está fraco.

Essa condição faz com que o sangue se movimente ao redor do corpo com maior dificuldade e lentidão prejudicando o transporte de oxigênio e nutrientes para as células do corpo.

Essa dificuldade faz com que o indivíduo possa apresentar cansaço, falta de ar, fraqueza, diminuição do apetite e inchaço pelo corpo, especialmente nas pernas.

Como resultado deste enfraquecimento do coração, o mesmo, pode tornar-se aumentado ou mais enrijecido prejudicando ainda mais o seu funcionamento. Com o passar do tempo os rins respondem conservando/retendo mais líquidos no corpo e todos os órgãos.

CIRURGIAS DA AORTA
A aorta é a maior artéria do corpo.
Ela se origina junto à valva aórtica (ou válvula aórtica, como é comumente conhecida), na saída do coração e segue até a região da virilha.

Logo após seu início, origina as artérias coronárias, que irrigam o coração. Segue em um trajeto ascendente, em direção ao pescoço (chamada aorta ascendente).

Continua fazendo uma curva junto ao pescoço, o chamado arco aórtico, onde origina os ramos que irrigam o cérebro (as artérias carótidas) e também os ramos que nutrem os braços (artérias subclávias).

As doenças que acometem a aorta podem ser adquiridas ou relacionadas a um componente genético.

ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL (MARCAPASSO)
O marcapasso cardíaco é um pequeno aparelho colocado cirurgicamente junto ao coração ou abaixo da mama para regularizar as batidas do coração quando este encontra-se comprometido ou há arritmia.

Faz o monitoramento do coração continuamente e identifica batimentos irregulares, lentos ou interrompidos, enviando um estímulo elétrico ao coração e regularizando os batimentos.

Seu funcionamento se da por um gerador de energia, que duram na grande maioria mais de 5 anos, mas existem casos em que a sua duração é menor.

Sempre que o gerador estiver próximo do seu fim deve-se trocá-lo através de uma pequena cirurgia local.

PROCEDIMENTOS PARA TRATAMENTO DAS ARRITMIAS

Muitos pacientes já nascem com certa predisposição para o problema devido a pequenas más-formações no coração, que podem se manifestar em qualquer idade. Fatores externos, como estresse físico e emocional, são os principais gatilhos.

O tratamento das arritmias cardíacas — alterações no ritmo das batidas do coração — vem passando por grandes avanços nos últimos anos. Hoje, além de medicamentos, existem marcapassos especiais e ablação, que proporcionam bons resultados e segurança no procedimento.

Mais recentemente, o sistema de mapeamento eletroanatômico tridimensional vem contribuindo muito para os melhores resultados da ablação por radiofrequência.

Atendimento Humanizado

Disponível para emergências, urgências e consultas.

+55 (11) 3253-3696

Consultório Médico – SP

r

+55 (11) 99485-3069

Telefone Celular – SP

contato@drlucasbarbieri.com.br

Rua: Itapeva, 518 cj. 1505 - Bela Vista | São Paulo